Justiça decide que Katy Perry plagiou música de rap cristão Marcus Gray

0
382

A música ‘Dark Horse’, sucesso da cantora Katy Perry de 2013, foi considerada um plágio a ‘Joyful Noise’, de Marcus Gray.

Um juri composto por nove membros decidiu que as semelhanças entre a canção de Katy Perry e Joyful Noise e constituem uma violação dos direitos autorais.

Durante o julgamento, que durou uma semana, Kate Perry foi ouvida como testemunha e garantiu que sua canção era original e que não continha plágio. Uma próxima fase do julgamento, que deve começar nesta terça-feira, vão determinar os danos devidos pela cantora e seus co-autores, incluindo o Dr. Luke, o produtor de estrelas Max Martin, Henry Walter, conhecido como Cirkut, Sarah Hudson e o rapper Juicy J.

Durante o julgamento, Katy Perry e o Dr. Luke enquanto testemunhavam falaram que nunca ouviram o Joyful Noise. Mas Marcus Gray e seus advogados argumentaram que mesmo a música fosse do nicho gospel, ela foi bem sucedida e apareceu em um LP indicado por um Grammy Award de melhor álbum de rock ou rap gospel. Marcus Gray ainda frisou que sua reputação como artista evangélico cristão havia sido prejudicada pela “feitiçaria anticristã, paganismo, magia negra e imagens Illuminati evocadas por Dark Horse, especialmente na versão de videoclipe”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here